Marco Gonçalves

• Marco Gonçalves é o fundador e CEO da Riza Capital

• Antes de fundar a Riza Capital, Marco Gonçalves foi Head global de M&A do BTG Pactual e Head de M&A do Credit Suisse no Brasil, além de ter sido sócio sênior no BTG Pactual.

• Marco possui mais de 20 anos de experiência em Investment Banking com foco em transações de M&A. Antes de se juntar ao BTG Pactual, trabalhou no Credit Suisse, ABN AMRO, Deutsche Bank e BNP Paribas, em São Paulo e Nova Iorque.

• Marco trabalhou nas principais e mais notáveis transações do mercado brasileiro, incluindo:

- 2016: Assessor da Estácio na aquisição hostil feita pela Kroton por US$1.7 bilhões; assessoria da Odebrecht na venda da Odebrecht Ambiental para a Brookfield por US$900 milhões; assessor da Enersis em sua reorganização na América Latina – US$10.4 bilhões; assessor da SemParar na venda para a FleetCor por US$1.2 bilhões; assessor da Granado na venda de participação minoritária para a PUIG; assessor da Estapar na venda de participação minoritária para a Equity International por US$150 milhões; assessor do BTG Pactual na fusão entre BSI e EFG por US$1.5 bilhões; assessor dos acionistas da Embratec na fusão com a Edenred por US$800 milhões; venda da Leader para a Legion Holdings por US$ 320 milhões.

- 2015: venda da Recovery para o Banco Itaú Unibanco por US$500 milhões; venda da Fenix Power para a ADIA Capital por US$786 milhões; venda de participação da Ecorodovias para a Gavio por US$800 milhões; venda da BR Properties para a GP Investimentos por US$1.7 bilhões; venda da Uniasselvi para o Carlyle Group por US$400 milhões; venda dos ativos de energia da Triunfo para China Three Gorges por US$600 milhões; aquisição da Quioport pela CCR por US$430 milhões; venda de participação na RedeDor pelo GIC por US$500 milhões; venda de participação na RedeDor pelo Carlyle por US$600 milhões; OPA para fechamento de capital da DASA por US$300 milhões; aquisição de participação minoritária no grupo Odinsa pelo Group Argos por US$320 milhões; assessor do BAT na OPA para fechamento de capital de sua subsidiária brasileira Souza Cruz – US$3.5 bilhões.

- 2014: assessor da Brookfield na OPA para fechamento de capital de sua companhia de propriedades brasileira – US$1.2 bilhões; assessor da CPFL na aquisição da Dobreve Energia por US$800 milhões; assessor do Banco Santander na OPA para fechamento de capital de sua subsidiária brasileira por US$6.5 bilhões; assessor do Grupo Abril na venda de participação minoritária da Abril Educação para a Tarpon Investimentos por US$300 milhões; assessor da Kroton na aquisição da Anhanguera Educacional por US$2 bilhões; assessoria para os acionistas da GetNet em sua venda para o Banco Santander por US$700 milhões; assessor da Intermedica em sua venda para a Bain Company por US$850 milhões; assessor da Oi na venda da Tower Business para SBA Communications por US$500 milhões; assessor do BTG Pactual na aquisição do BSI por US$1.7 bilhões; assessor do Banco do Brasil na joint venture Arranjo Ourocard com a Cielo por US$4 bilhões; assessor da WPP na aquisição do IBOPE; assessor da OI na venda da PT Portugal para Altice por US$9 bilhões; assessor do DNA na aquisição de participação de controle na DASA por US$800 milhões; assessor da BR Properties na venda de 34 ativos logísticos e de imóveis por US$1.2 bilhões; assessor da Cosan na fusão entre Rumo e ALL por US$1.9 bilhões.

• Marco Gonçalves possui diploma em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e especialização em Finanças pela NYU.